Meditação para Adultos




“…as crianças são cópias fiéis dos adultos com quem convivem.”
(Isabel Leal, 2015)


Para que a técnica de meditação entre na vida de um adulto com objetividade e sucesso, é necessário antes demais que haja uma prática regular, ou seja, alguns momentos todos os dias (Leal, 2015). O ideal é logo pela manhã entre 5 a 20 minutos (Leal, 2015).

É importante que os mais velhos pratiquem relaxamento e meditação todos os dias para que haja treino e expansão da consciência (Leal, 2015). Ensinar os mais pequenos a praticar meditação é antes de mais dar o exemplo (Leal, 2015). A meditação é uma técnica que deve ser treinada para começarmos a ver resultados (Leal, 2015). Esta ferramenta permite conhecermo-nos melhor e mais profundamente (Leal, 2015). A mente com o tempo torna-se mais disciplinada, o ser mais calmo e há um reflexo imediato no bem-estar e na saúde (Leal, 2015). 

Alguns estudos indicam que apenas utilizamos 10% das nossas capacidades, havendo 90% que ainda não está explicado (Leal, 2015).

As pessoas que não praticam meditação, podem achar uma perda de tempo e um incómodo para o corpo, pois não sabem o que fazer e como lidar com os incómodos físicos, por vezes é-lhes difícil pois a irrequietude da mente traz a impaciência e a irrequietude física (Leal, 2015).

A mente também é um continum de energia, processa pensamentos, conhecimento e informação e não pode ser paradas mas é fundamental ser disciplinada e educada (Leal, 2015).

Com rigor e método, aos poucos a meditação leva-nos ao encontro da tranquilidade e paz, em que existem momentos de silêncio que nos permitem observar o que se passa na mente (Leal, 2015).

Eis algumas das questões que deve fazer quando medita: “Que tipo de relação a mente mantem com tudo o que a rodeia? Quais os pensamentos diários? O que pensa de si mesmo? Como resolve as suas dúvidas? Que tipo de relacionamentos mantém? Que objetivos gostaria de alcançar? É feliz?” (citando Isabel Leal, 2015, pág. 18).

Para constatar mudanças deve ter um caderno de registos (Leal, 2015). Todas as experiências sejam elas vistas, ouvidas ou sentidas durante os momentos de meditação devem ser anotados (Leal, 2015).

Através da meditação é possível compreender o potencial, a força, a concentração, a vocação, a missão e tomar decisões mais conscientes sobre o futuro (Leal, 2015). Quanto mais praticamos a meditação mais podemos descobrir sobre nós, os que nos rodeiam e como agir com bom coração (Leal, 2015). A utilização do coração em pleno só ocorre quando a consciência para o fazer estiver desenvolvida (Leal, 2015).





Texto escrito por Carolina Violas, Psicóloga Clínica, Pós-Graduada em Psicologia Escolar 

Bibliografia: Meditação e Relaxamento para Crianças de Isabel Leal


Sem comentários:

Publicar um comentário