PSICOLOGIA DA IMAGEM: HUMOR


Sabemos que a nossa roupa faz parte da nossa linguagem não verbal, tal como o tom de voz e os nossos gestos.

Sendo assim as nossas roupas são a linguagem que utilizamos também para comunicar.

A psicóloga clínica Dra. Jennifer Baumgartner refere que a nossa roupa não envia apenas mensagens aos outros mas ao nosso cérebro. Então cada um de nós deve fazer a seguinte pergunta: O que a minha roupa diz sobre mim?

Ela sublinha que o que vestimos afeta o nosso comportamento e como elas podem ser um aliado para a nossa vida diária.

Em conclusão, se  quiser se sentir confiante, vista-se como uma pessoa confiante,  se  quer se sentir sexy, vista-se como uma pessoa sexy.

Da mesma forma, não vá para o outro extremo, ou seja, se se sente triste, não escolha "roupas tristes", ou o seu cérebro irá fazer o que é conhecido como profecia auto-realizável e o seu humor negativo ficará ainda pior.

Estudos mostram que 57% das mulheres que se sentem em baixo são suscetíveis a vestir um par de jeans e uma camisola deformada com mangas soltas.

Mas a forma como você se veste afeta a forma como você se vê e a forma como você se sente.

Na construção de sua imagem pessoal ou profissional, você pode realmente ter impacto sobre a sua motivação!

Também é essencial aprender mais sobre a psicologia das cores e descobrir, por exemplo, que o vermelho vai fazer com que o seu sangue corra mais rápido e o azul vai fazer se sentir mais calmo/a e baixar a pressão arterial. A cor que usa causa um impacto sobre si, enviando sinais para o seu cérebro.

Isso significa que pode se vestir de uma maneira que, por um lado, irá ajudá-lo/a a controlar a forma como se sente, e por outro lado, causar uma primeira impressão positiva sobre as outras pessoas. Exemplo: Se um empregador tem a expectativa em escolher um candidato, entre vários candidatos, baseado nas competências ou qualificações, ele ou ela tem mais probabilidade de escolher uma pessoa que está bem vestida para o trabalho, sabia?

A partir de agora, quando comprar roupas novas, pare para pensar sobre qual é a imagem que deseja alcançar e como isso pode afeta-lo/a e o que pode conseguir com ela.

A Escola de Afetos oferece o serviço de Consulta de Psicologia da Imagem.


Carolina Violas
Psicóloga Clínica, Especialização em Gestão de Pessoas, Formadora certificada pelo IEFP, Formação em Consultoria de Imagem Pessoal e Profissional

Sem comentários:

Enviar um comentário